SIMPLESMENTE RECORDAÇÕES

Meu Amor
Lembro-me da primeira vez em que te vi
Colhendo flores no jardim
Cantavas uma melodia muito triste
Revelando melancolias e saudades
Como as endechas de um canário solitário

Tua voz era tão terna e suave
Que se confundia com os cantos dos pardais
E ecoava pelo espaço num leve suspiro de vibração
Envolvendo-me numa onda de indefinível encanto e alegria

Até o dia tornou-se mais claro!

Minha velha
Lembro-me que eras tão bela, tão meiga e tão sincera
Que para homenageá-la o mar deu suas pérolas
A terra o seu ouro, os jardins suas flores e os homens seus amores
Para adorná-la, para vesti-la e para fazê-la mais preciosa

Agora meu Talismã
Que nos encontramos no crepúsculo da vida
Tudo que quero é acariciar teus cabelos brancos
E lembrá-la que mesmo na velhice continuas tão bela
E que sempre serás, meu eterno e grande Amor

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store